HISTÓRIA :

Os Scalabrinianos chegaram em Assunção em 1999, quando assumiram a Paróquia Nossa Senhora de Fátima (já devolvida à Arquidiocese). O primeiro pároco scalabriniano foi o Pe. Agostinho Félix Dalpian, e o vigário paroquial foi o Pe. Alcides Salinas Sosa. No entanto, no dia 24 de abril de 2001, foi constituída a “Capelania do Migrante”, junto ao ex-seminário arquidiocesano e confiada aos Scalabrinianos. No dia 25 de janeiro de 2015, os Scalabrinianos assumiram a Paróquia Nossa Senhora das Mercês e para lá transferiram a Paróquia Pessoal do Migrante. O primeiro pároco scalabriniano foi o Pe. Jairo Francisco Guidini.

HISTÓRIA: 

A “colônia de Naranjal” iniciou em 1973, com a chegada das primeiras famílias de imigrantes brasileiros. Em 1975, o Pe. Fiorindo João Ghiggi, então pároco de Santa Rosa, celebrou a primeira Missa para eles e garantiu, desde lá, a assistência religiosa. Em 1978, foi inaugurado o salão-capela com a entronização da imagem da santa patrona, Santa Catarina. As Missionárias de São Carlos Borromeo (Scalabrinianas) chegaram em 1980. Somente em 30 de abril de 1992 foi constituída a paróquia. Em maio deste mesmo ano foi inaugurada a igreja matriz.

PARÓQUIA SÃO CRISTÓVÃO

San Cristóbal – Alto Paraná

Pe. Estêvão Maurício Atanásio, Pároco

Esta paróquia diocesana foi confiada aos Scalabrinianos que atendiam Naranjal, em 2003, sendo o Pe. Leonardo Albani responsável por ela.

HISTÓRIA:

O Pe. Giuseppe Corradin foi o primeiro Scalabriniano a celebrar a Missa para as famílias de imigrantes brasileiros, em setembro de 1973, por ocasião de uma missão. O primeiro pároco, porém, foi o Pe. Fiorindo João Ghiggi, quando tomou posse em 13 de junho de 1976. No ano seguinte, chegaram as primeiras Irmãs Missionárias de São Carlos Borromeo (Scalabrinianas). Em 1982 um grupo de seminaristas é acolhido nas dependências da igreja matriz, tendo o Pe. Albino Matei como formador, e, em maio de 1984, é inaugurada a Casa Apostólica Scalabrini para a formação dos futuros missionários.

Nós utilizamos cookies para aprimorar e personalizar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda em contribuir para os dados estatísticos de melhoria.

Concordo